A Fundação Getúlio Vargas (FGV) informou, que o indicador do nível de confiança do empresário alcançou pela primeira vez em 5 anos, a máxima de 98 pontos, em janeiro, índice que vem crescendo ao longo dos últimos 4 meses.

Segundo o Governo do Brasil, os motivos para esse aumento da confiança, são, o fim da ressecção na economia do Brasil e sobretudo a nova proposta previdenciária. A confiança do consumidor também aumentou, saltando de 92,9 em novembro, para 93 em dezembro e 96,6 pontos em janeiro. Já no comércio o mês de janeiro marcou 103,8 pontos, decréscimo de 0,2 em relação ao mês anterior, mas, ainda assim acima dos outros setores.

Dentre os indicadores positivos, o governo brasileiro informa que “Em meio à expectativa em relação às reformas econômicas, o Brasil continua reunindo bons resultados nos indicadores econômicos. Em 2018, a produção da indústria nacional cresceu 1,1%, segundo ano seguido de avanço, enquanto o setor de comércio fechou o ano passado com as vendas em alta: 2,3%, o maior patamar em cinco anos“.

Recuperação econômica dos Estados

Segundo a pesquisadora da área de economia aplicada do FGV, Vilma Pinto, “a reforma da Previdência ajudaria a desafogar o nó da gravata que aperta o pescoço dos governos estaduais“. Segundo dados do Siconfi, os gastos com previdência consomem até 70% dos orçamentos dos Estados. O Rio de Janeiro é um caso a parte, com 114% do orçamento comprometido. Segundo informações do FGV, o alocamento dessa verba para a previdência diminue os investimentos em educação, saúde e segurança.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s