Jorge Arreaza, ministro das relações exteriores da #Venezela, divulgou um comunicado oficial, no qual acusa Trump de subornar financeiramente os militares venezuelanos para desertarem, “Essa é parte da estratégia fracassada de rebelião promovida pelos Estados Unidos”, declara o comunicado.

No dia 28/02, Arreaza elogiou o Conselho de Segurança da ONU, o qual bloqueou duas propostas dos EUA e Rússia, as quais exigiram novas eleições na Venezuela e diálogo com a oposição, respectivamente. O ministro venezuelano declarou pelo Twitter, “Hoje (28/02), a paz triunfou, a defesa da soberania e da autodeterminação dos povos, o multilateralismo não vai ficar aos pés do governo dos EUA (e seus países subalternos) para atacar para o povo livre da Venezuela “.

Anúncios