O presidente do Concelho Europeu, Donald tusk, informou que está reunido, hoje (20), em Dublin com Leo Varadkar, primeiro ministro da Irlanda, para discutir a situação que se desenrola sobre o Brexit do Reino Unido. A situação política é de incerteza e pode culminar com uma saída do país do bloco europeu sem acordo.

A Primeira Ministra da Inglaterra, Theresa May, pediu prorrogação do Brexit até 30 de junho. A data original de saída foi estabelecida para 29 de março de 2019.

Segundo Tusk, apesar do processo de saída do Reino um causar um desgaste político, “não podemos desistir de procurar uma solução positiva, até a última oportunidade”.

Confira a declaração completa de Donald Tusk sobre o Brexit da Inglaterra:

Recebi hoje uma carta da primeira-ministra May (Inglaterra), na qual aborda o Conselho Europeu com dois pedidos: aprovar o chamado acordo de Estrasburgo entre o Reino Unido e a Comissão Europeia, e prorrogar o período do artigo 50 até 30 de junho de 2019. Estive num telefonema com a primeira-ministra May para falar sobre estas propostas.

À luz das consultas que realizei ao longo dos últimos dias, considero que será possível uma breve prorrogação, mas será condicionada a aprovação do acordo de retirada na Câmara dos Comuns.

Pelo twitter, Theresa May declarou, “Chegou a hora do parlamento definir um caminho para o Brexit, o povo britânico merece mais do que esses políticos tem oferecido até agora”.

Carta escrita por May, endereçada a Tusk.

Carta escrita por May, endereçada a Tusk.
Anúncios