Segundo o Think Progress, a Nova Zelândia decidiu tirar a Fox News do ar, devido a insistência do canal em continuar mostrando vídeos dos massacres que ocorreram em duas mesquitas, deixando 49 refugiados mortos e 48 feridos, o atentado se passou numa sexta-feira (15/03), na cidade de Christchurch.

O canal da Fox é acusado de ser sensacionalista e fazer uso de uma tragédia nacional para ganhar audiência.

Os terroristas foram presos, julgados e por decisão juiz, não tiveram seus rostos oficialmente revelados. As imagens do vídeo compartilhado no Facebook, mostram um homem, literalmente, metralhando pessoas dentro de uma das mesquitas. Veja a matéria publicada pelo Ler Agora.

Anúncios