A deputada Janaina Paschoal (PSL-SP), criticou, publicamente, ontem (26) a determinação do presidente Jair Bolsonaro para que as Forças Armadas prestem comemoração do aniversario dos 55 anos da Ditadura Militar.

Pelo twitter Janaina declarou, “Ontem, fui muito criticada, em plenario, em razão de ter defendido a necessidade de o Brasil virar a página. […] insisto: Deixem 64 em 64! Temos 2019 em diante para cuidar”.

Janaina disse que não quer entrar no campo das convicções ideologicas de cada um e disse que a forma de Bolsonaro governar é parecida com a de Dilma, “Dilma ficou parada em 64 e deu no que deu,  Bolsonaro também não consegue sair. […] Ambos tem uma visão distorcida”. “Dilma proibiu as comemorações, Bolsonaro determina as comemorações”, completa.

Para a deputada, essas ações levarão o governo ao fracasso e compõe a derrota no congresso, em referência aos conflitos com Maia e a não aprovação da Previdência e pacote anti-crime do ministro Sérgio Moro.

Anúncios