A Receita Federal (RF) informou na sexta-feira (4), que irá apurar o acesso indevido a informações sobre a renda do presidente Jair Bolsonaro e seus familiares, por dois servidores públicos. A Polícia Federal irá investigar o caso.

Em manifestação por rede social, Bolsonaro diz, “Desde o início do ano passado 2 funcionários da Receita acessaram ilegalmente informações fiscais de minha pessoa e familiares. Procuravam algo para vazar e me incriminar por ocasião da eleição. Sindicância da Receita concluiu não haver “legalidade para acesso” e notificou a PF”, afirma.

Segundo informação do Correio do Povo, os dois servidores respondem a processo administrativo. Eles não foram afastados de suas funções, mas foi retirado o acesso que tinham ao sistema.

Anúncios