Em reação à decisão tomada por Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, na segunda feira (8), que classifica a Força Revolucionária do Irã (militares de elite do exército iraniano) como um grupo terrorista, o Conselho de Segurança Nacional do Irã declarou hoje que os EUA são “um país que patrocina o terrorismo”.

A ação do governo americano é inédita, pois nunca antes na história, um grupo oficial das Forças Armadas de um países foi considerado como grupo terrorista ou terroristas.

Em 2018, os líderes dos dois países discutiram pelo Twitter e elevaram as tensões à um novo patamar. Na época, Trump ameaçou o Irã, “Nunca ameace os Estados Unidos novamente ou Irá sofrer as consequências que poucos já sofreram antes na história. Nós não somos um país que ficará de braços cruzados, diante das ameaças, tem cuidado”.

Em resposta, o primeiro ministro do Irã, Javad Zarif respondeu, “Estamos a milênios assistindo a queda dos impérios, incluindo a nossa, que durou mais do que a vida de alguns países. Tenha cuidado!”, declarou Zarif à época.

Anúncios