A NASA anunciou hoje de manhã (10), pelo twitter, que ‘A história está sendo feita’. Uma rede global de telescópios operam juntos para fotografia pela primeira vez um buraco negro.

Para que a captura fosse possível, foram usados comprimentos de ondas de luz diferentes para coletar dados e entender a estrutura do buraco negro. A NASA informou que dentre os equipamentos estava um Telescópio espectroscópico nuclear (NuSTAR).

Segundo a NASA, um buraco negro é um lugar onde uma grande quantidade de massa é espremida num espaço minúsculo. A gravidade é forte o suficiente para impedir que até mesmo a luz consiga escapar.

A agência informou que imagem não está na melhor resolução por conta da distância. O buraco negro é supermassivo, tem 40 bilhões de quilômetros de diâmetro e é 3 milhões de vezes maior que a Terra.

Anúncios

1 comentário »