A operação “E o vento Levou” foi deflagrada hoje (11), pela Polícia Federal (PF), com o objetivo de apurar desvios de dinheiro da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig). São cumpridos 26 mandados de busca e apreensão contra empresas e os indivíduos envolvidos.

Essa é a 4° fase da “Operação Descarte”, que investiga desvios de dinheiro por empresas de faixada. As investigações são feitas em parceria com a Receita Federal (RF) e o Ministério Público Federal (MPF). Os mandados foram expedidos pela 2° vara da Justiça Federal de São Paulo. É analisado um aporte de R$ 850 milhões a empresa Renova Energia, com contratos superfaturados.

De acordo com informações da Agência Brasil, são cumpridos 10 mandados na cidade de São Paulo (SP), um em Taubaté (SP), dois em Mogi das Cruzes (SP), dois no Rio de Janeiro (RJ), nove em Belo Horizonte (MG) e dois em Nova Lima (MG). Os acusados podem responder por associação criminosa, peculato, evasão de divisas, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s