Em mensagem publicada nessa manhã (20) no Facebook, o jurista Modesto Carvalhosa pediu a prisão preventiva dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli e Alexandre de Moraes.

Para Carvalhosa, os ministros supracitados utilizaram o STF para criar um tribunal de excessão, ferindo o princípio democrático das liberdades públicas, praticaram crimes de ameaça, violência arbitrária, invasão de domicílio e constrangimento ilegal, estabelecendo um verdadeiro ‘clima de terror’ no país.

O jurista pede para que Raquel Dodge, da Procuradoria Geral da República (PGR), solicite a prisão preventiva dos dois imediatamente. Segundo Carvalhosa os artigos 132, 146, 147 e 150 do código penal foram “feridos”.

Anúncios