O presidente Jair Bolsonaro informa na noite deste domingo (28), que a Polícia Federal (PF), deflagrou a Operação Arquimedes, contra um esquema de extração ilegal de madeira na Floresta Amazônica. “A PF perdeu 26 suspeitos, entre eles o ex-superintendente do Ibama no Amazonas”.

A operação é a primeira a usar uma ferramenta de imagens de satélites, a qual permite que sejam descobertas, quase que diariamente, áreas em situação de desmatamento. A tecnologia “resultou numa melhor fiscalização e no aumento das ações de campo”, escreve Bolsonaro.

O Ler Agora apurou que operação foi deflagrada no dia 25, em 8 estados do Brasil mais o Distrito Federal. Há ainda 3 pessoas foragidas, todos as prisões foram em Manaus (AM).

Segundo informações da Globo, os policiais federais encontraram com o diretor financeiro do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam), Fábio Rodrigues, R$ 205 mil em espécie. Ele é suspeito de emitir 35 autorizações para exploração ilegal de madeira no Amazonas.

Anúncios