Cerca de 37 milhões de espanhóis vão às urnas esse fim de semana para as eleições na Espanha. É a terceira eleição geral nos últimos 4 anos.

A austeridade econômica adotada pelo governo em decorrência da última crise econômica mundial deixou a população descontente e possibilitou a ascenção de novos partidos da direita.

O atual primeiro-ministro, Pedro Sánchez, assumiu o posto, em 2018, em Madrid, após a destituição de Mariano Rajoy. Pesquisas de intenção de voto mostram cenário indefinido, os maiores partidos não conseguem formar maioria.

O novo partido Vox poderá formar uma base aliada com o Partido Popular e o Citizens Vox, também da extrema-direita e obter uma vitória em bloco. O horário de votação vai das 9h às 20h, o vencedor deve ser divulgado algumas horas depois do fim da votação.

Anúncios