Através do Twitter e demais redes sociais, estudantes da Universidade Federal da Bahia (UFBA), em Salvador, “denunciaram” que militares do exército brasileiro adentraram o espaço da instituição, hoje (3). Os soldados fotografaram pichações e cartazes espalhados pelo campus da Federação.

Nas fotos compartilhadas na rede é possível ver os militares com planilhas nas mãos. Em entrevista ao Metro 1, o vice-reitor, Paulo Miguez, afirmou que as Forças Armadas estavam participando de um concurso.

“Várias instituições, quando vão fazer um concurso, recorrem às nossas instalações. É um concurso para sargento do Exército e eles vieram visitar as instalações. Podem ficar tranquilos”, afirmou.

Um dos alunos, explicou que o procedimento é padrão do exército e nesse ano a vistoria foi usada de forma política, “acontece todo ano, eles vem para verificar as instalações onde ocorrerão os concursos, mas esse ano resolveram usar se forma política,
aproveitaram o comportamento histérico do universitário brasileiro”.

Outro aluno disse, “O primeiro passo desses canalhas é esse.o único jeito é todos estudantes na rua para defender o direito ao aprendizado (organizem grupos ocupar as ruas do Brasil, única solução)”.

Anúncios