Bolsonaro assinou decreto em cerimônia no Palácio do Planalto

O decreto que flexibiliza o registro, obtenção, porte, posse e o comércio de armas de fogo foi assinado, nesta terça-feira (7), pelo presidente Jair Bolsonaro. Caçadores, colecionadores e atiradores esportivos terão maior facilidade para obter armas.

De acordo com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, os atiradores esportivos, caçadores e colecionadores poderão circular livremente pelo território nacional com as armas e munição.

O decreto deve ser publicado ainda nessa quarta-feira (8), de acordo com informações da Casa Civil.

Anteriormente podia-se comprar até 50 cartuchos por ano, com o decreto o número passará para 1000. Praças das Forças Armadas, com mais de 10 anos de experiência, terão o porte de arma.

“O nosso decreto não é um projeto de segurança pública. É, no nosso entendimento, algo mais importante. É um direito individual daquele que, porventura, queira ter uma arma de fogo, buscar a posse, que seja direito dele, respeitando alguns requisitos”, disse Bolsonaro.

Anúncios