A eleição para prefeitura de Istambul foi vencida em março por Ekrem Imamoglu, do Partido Republicano do Povo, ele ficou 20 dias no cargo até ser destituído. Imamoglu venceu a eleição com 13 mil votos de diferença para o segundo colocado.

Nova eleição foi convocada pelas autoridades eleitorais turcas, na segunda-feira (6) e anula a derrota do Partido Justiça e Desenvolvimento (AKP). O novo processo eleitoral poderá causar furor social e agravar a crise econômica do país.

Wikipédia: Ekrem Imamoglu

Os partidos de oposição ao AKP do presidente Recep Tayyip Erdogan, convocaram reunião de emergência e informaram que vão boicotar a nova eleição marcada para o dia 23 de junho.

Mahmut Tanal, um político da oposição afirmou pelo Twitter, “em consonância com a demanda do AKP, o YSK (tribunal eleitoral) cancelou as eleições de Istambul e tornou-se um parceiro no assassinato da lei. Esta decisão foi tomada como uma mancha preta na história da política e da lei. Os juízes que assinaram esta decisão não vão olhar para os rostos de seus filhos”.

Anúncios