Na semana passada, o presidente da República Jair Bolsonaro, havia informado que um “tsunami” poderia invadir Brasília, dentre os rumores está a possibilidade da recriação dos 29 ministérios de Temer, visto que a medida provisória (MP) 870 expira em 3 de junho e precisa ser votada urgentemente pelo Congresso.

Outra possibilidade, levantada pelo O Antagonista e endossada pela fala do presidente “alguns erram, uns erros são imperdoáveis”, é a possível exoneração do General Santos Cruz da Secretaria de Governo, além do desgaste, Bolsonaro foi informado que Cruz se refere a ele de forma desrespeitosa em conversas com integrantes do governo. Sua exoneração poderia provocar reações na ala militar.

Em contra partida, numa entrevista a Andréia Sadi, o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, afirmou que “não haverá tsunami nenhum […] as pessoas falam muitas coisas, o presidente ficou preocupado”.

Na quarta-feira (15) são esperados manifestações de estudantes e professores contra os contingenciamentos nas universidades públicas de todo o país, além dos pesquisadores que reclamam das bolsas que foram suspensas, organizações estudantis organizam os protestos pelo Brasil.

Anúncios