Os presidentes do Senado e da Câmara, Davi Alcolumbre (DEM-AP) e Rodrigo Maia (DEM-RJ) respectivamente, indicam que a reforma da previdência irá ser aprovada em até 60 dias. A informação foi passada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, nesta quinta-feira (16), em premiação nos Estados Unidos.

Guedes afirmou que o Brasil irá regularizar as contas públicas num prazo de 10 a 15 anos, após a aprovação da nova previdência. “Isso vai ser maravilhoso, vai mudar totalmente a perspectiva do país”, disse em evento que entrega prêmio de personalidade do ano à Jair Bolsonaro, em Dallas, no Texas.

Anúncios