O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta sexta-feira (24) que irá renunciar ao cargo se a proposta original da reforma da previdência sofrer muitas alterações. Ele alega que se virar uma “reforminha”, o Brasil pode quebrar já em 2020. As informações são de entrevista publicada no site da revista Veja.

“Pego um avião e vou morar lá fora. Já tenho idade para me aposentar, […] se não fizermos a reforma o Brasil pega fogo. Vai ser o caos no setor público, tanto no governo federal como nos estados e municípios.

O ministro explicou que não abandonaria o cargo de um dia para o outro, “vou dar uns meses, justamente para não criar problemas, mas não dá para permanecer no cargo”.

Anúncios