Através das redes sociais, o presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (30), que a Medida Provisória (MP) 871, que tem por objetivo combater fraudes no Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), poderá gerar economia de R$ 10 bilhões anualmente aos cofres públicos.

A MP foi aprovada na Câmara dos Deputados na madrugada de hoje e segue para tramitação no Senado, onde deverá ser aprovada até segunda-feira (3), último dia antes de perder a validade.

A MP 871 revisa os benefícios do INSS, passa a exigir o cadastro do produtor rural e limita o pagamento de auxílio-reclusão para casos de condenação em regime fechado.

“Brasil segue avançando. Aprovada na Câmara a MP 871, que combate fraudes no INSS. Economia estimada em R$ 10 bilhões por ano. Matéria irá para votação no Senado nesta quinta (30), declarou Bolsonaro.

Anúncios