Os deputados federais aprovaram, ontem (29), uma Medida Provisória (MP) que reduz a obrigação de fazendeiros recuperarem zonas verdes devastadas, alterando, dessa forma, o Código Florestal.

O texto segue para tramitação no Senado, mas segundo o Estadão, os senadores decidiram que não votarão a MP e deixarão ela perder a validade na já na próxima segunda-feira.

Originalmente, a MP, assinada pelo ex-presidente Michel Temer, prorrogaria o prazo de adesão ao Programa de Recuperação Ambiental (PRA) até 31 de dezembro de 2020, entretanto os Deputados adicionaram uma emenda que possibilitaria anistiar o desmatamento de cinco milhões de hectares.

Anúncios