O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu ameaçou que o Irã irá sofrer ”consequências terríveis” se ameaçar Israel, reconheceu que ordenou ataques à uma base militar síria e ratificou a posse sobre as Colinas de Golã.

A base aérea síria T-4, localizada na província de Homs foi alvo de ataques com misseis advindos de Israel. Sete soltados sírios foram feridos, três morreram. A Síria entende que os ataques são uma violação a soberania e acusa Israel de levantar a moral dos terroristas que estão em seu território.

Em cerimônia na cidade de Jerusalém, Netanyahu disse, “não só levamos as ameaças do Irã a sério, como também não somos dissuadidos por elas, porque qualquer um que tente nos atingir será ainda mais atingido […] Acabamos de provar isso ontem (2) à noite”.

Anúncios