Em comunicado a imprensa nesta terça-feira (4), o porta-voz do Planalto, Otávio do Rêgo Barros, informou que o Gabinete de Segurança Institucional, administrado pelo General Augusto Heleno, devido a “análise de risco” optou por cancelar a viagem que o presidente Jair Bolsonaro faria amanhã a Aragarças, Goiás.

Apesar de questionado pelos jornalistas presentes, Barros não informou quais seriam os riscos, alegando que são de natureza reservada. Na quarta-feira (29) Bolsonaro afirmou que seu mandato sofre ameaças pois vai “contra interesses de muita gente”.

Anúncios