“Bolsonaro faz uma opção por uma agenda da morte”

O deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS), militou em vídeo publicado no Twitter, nesta quarta-feira (5), ao dizer que todos os avanços do Código Brasileiro de Trânsito estão “no alvo” do “governo da morte”. O deputado afirma que o presidente Jair Bolsonaro quer “dificultar a apreensão da CNH [carteira nacional de habilitação] de infratores e criminosos”.

No vídeo, Paulo Pimenta diz que “Bolsonaro definitivamente, ontem, conseguiu se superar. Ele foi até o Congresso Nacional Para entregar em mãos um Projeto de Lei, que segundo todos os especialistas ouvidos, não traz nenhuma vantagem para o país. Pelo contrário, é uma agenda da morte. O Brasil é um dos países do mundo onde o maior número de pessoas morrem em acidentes no trânsito”.

E completou:

“Nós tivemos alguns avanços nos últimos anos e todos eles estão sendo destruídos pelo Governo Bolsonaro. […] Estimulando a impunidade e reduzindo a impunidade, é claro que isso torna o trânsito mais inseguro, ele tá acabando com o exame toxicológico para motoristas profissionais. O presidente diz que parte do pressuposto de que todo mundo é cidadão de bem, mas então não precisaria existir fiscalização do estado. Ele chega ao ponto de dizer que só se acidenta no trânsito quem é imbecil, quem é otário”.

Anúncios