O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, divulgou nota para esclarecer seu suposto envolvimento, através de troca de mensagens, com o procurador Deltan Dallagnol, ambos citados em matéria do The Intercept Brasil, que culminaria numa condução parcial do “Caso do Triplex”, que levou a condenação do ex-presidente Lula.

“Sobre as supostas mensagens que me envolveriam, publicadas pelo site Intercept neste domingo, 9 de junho, lamenta-se a falta de indicação de fonte de pessoa responsável pela invasão criminosa de celulares de procuradores. Assim como a postura do site, que não entrou em contato antes da publicação, contrariando regra básica do jornalismo”. “Quanto ao conteúdo das mensagens que me citam, não vislumbra qualquer anormalidade ou direcionamento da atuação enquanto magistrado, apesar de terem sido tiradas de contexto e do sensacionalismo das matérias, que ignoram o gigantesco esquema de corrupção relevado pela Operação Lava Jato”, escreveu Moro.

Anúncios