O ex-presidente Lula e agora condenado pela Operação Lava Jato, disse ontem (13), que dúvida da veracidade da facada sofrida pelo atual presidente Jair Bolsonaro. “Uma facada que não aparece sangue, que o cara [Adélio Bispo] é protegido pelos seguranças do Bolsonaro”, disse Lula.

Em entrevista à rede TVT, onde está preso, na superintendência da Polícia Federal em Curitiba, Lula disse que Bolsonaro se vendeu para o povo como o “antisistema”, e “é como o pior dos coronéis da política brasileira que a vida inteira combatemos”.

O ex-presidente, afirmou ainda, em sua conta do Twitter que, “eu tive 87 testemunhas de defesa e o Dallagnol não apareceu em uma audiência. Eu nem precisava de advogado, porque meu processo é 100% pautado por decisão política”.

Anúncios