O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, disse nesta quinta-feira (20) que a sabatina do ministro da Justiça, Sérgio Moro, no Senado é outro “triste capítulo da história do Brasil”. Através de mensagem enviada por WhatsApp, o general disse que as perguntas foram feitas por criminosos e comparou a uma inquisição.

A mensagem inicia dizendo que o Brasil foi governado por mais de 20 anos por uma quadrilha, ” o país foi vítima de um gigantesco desvio de recursos, que envolveu grandes empresas privadas e estatais, fundos de pensão, governantes e políticos, em todos os níveis. Alguns protagonistas desse criminoso projeto de poder e enriquecimento ilícito participaram, com a cara mais lavada do mundo, dessa inquisição ao ministro Sérgio Moro”.

Anúncios