Johnny Saad, dono do grupo Bandeirantes, acusou que a crise financeira brasileira não é resultado apenas de “problemas econômicos”, em evento transmitido pelo canal Band News, na última segunda-feira (17), ele acusa a Operação Lava Jato de ser responsável pela falência de grandes empresas do país.

O dono da Band dá a entender que a Força-Tarefa da Laja Jato prendeu réus e suspeitos sem provas concretas e disse que nenhuma das empresas estrangeiras envolvidas em casos de corrupção foram levadas a falência, “penalize quem fez, mas não penalize a empresa”:

“A elite que está aqui sentada, com o poder Judiciário, com o poder Legislativo, com a GCU, tem instrumentos para que possa se resolver isso. […] Nós voltamos a como era antigamente: antes de você prender uma pessoa, investigue. Busque provas, comprove aquilo. E depois você prende, senão vai destruindo carreiras, profissões, nomes, empresas […]”.

Anúncios