Uma reunião entre o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, organizada pelo Deputado Alexandre Frota (PSL-SP), foi cancelada abruptamente devido às recentes declarações do presidente Jair Bolsonaro sobre os parlamentares quererem transformá-lo na “Rainha da Inglaterra”.

O encontro iria tratar sobre pautas relativas a previdência. Apesar do centrão querer uma reforma “modesta”, entre R$600 bilhões e R$ 800 bilhões, Guedes ainda tem esperança de aprovar o projeto de R$ 1,2 trilhão.

Maia não gostou do posicionamento de Bolsonaro sobre o parlamentarismo branco e cancelou a reunião. Em rede social Frota apontou, “Ainda não foi dessa vez que conseguimos tirar a gasolina da fogueira”.

Anúncios