O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, afirmou nesta segunda-feira (24), que o decreto de armas deverá ser vetado pelos deputados. Anteriormente, o Senado analisou a proposta do governo como inconstitucional.

“Tudo aquilo que não seja constitucional não é nem correto que o Congresso aceite”. “Depois da decisão do Senado de derrubar o decreto de armas, na minha opinião, esse pode ser o caminho da Câmara”, declarou Maia.

O deputado afirmou ainda que alguns pontos, sem especificar quais, são constitucionais e devem ser tratados por Projeto de Lei.

Anúncios