O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, disse que a prisão do sargento da Aeronáutica com 39kg de cocaína na Espanha, às vésperas do G-20, foi “falta de sorte” e um fato “muito desagradável”.

“Podia não ter acontecido, né? Foi uma falta de sorte acontecer exatamente na hora de um evento mundial e acaba tendo uma repercussão mundial que poderia não ter tido.

Em Osaka, no Japão, o general afirmou que o caso não abala significativamente a imagem do Brasil, pois o tráfico de drogas é ocorre de forma elevada em todo o mundo. De acordo com Heleno, o GSI “não tem nada com isso”, pois a FAB não é subordinada “a mim”.

Anúncios

1 comentário »