Em sua última conferência como diretor geral da Organização de Comida e Agricultura (FAO), da ONU, nesta sexta-feira (28), José Graziano da Silva homenageou o ex-presidente Lula por ser o “grande inspirador” de seus dois mandatos a frente da organização. Lula foi lembrado pelo combate à fome com o programa social “fome zero”, que está servindo de “exemplo para muitos países do mundo”.

Em seu discurso, Silva desejou que Lula “esteja muito em breve em condições para nos ajudar no combate à fome no mundo”. “Ele mostrou ao mundo que o compromisso e a liderança são estratégias claras para que as nações possam rapidamente reduzir suas incidências de fome”, completou.

Lula (PT) foi preso em abril de 2018, condenado pelo ex-juiz Sérgio Moro no caso do Triplex. Na última semana o Ministério Público Federal (MPF) bloqueou R$ 78 milhões do petista.

Anúncios