O presidente do Coaf, Roberto Lima, também tem 24h para se manifestar

O Tribunal de Contas da União (TCU), através do ministro Bruno Dantas, estipulou um prazo de 24h para que Paulo Guedes, da Economia, que controla o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), esclareça se o jornalista Glenn Greenwald está sendo investigado por movimentações atípicas em suas contas bancárias.

Greenwald é o responsável pelo site Intercept, que vem divulgando supostas mensagens que comprometem a atuação do então juiz Sérgio Moro e procuradores na Lava Jato. O despacho foi publicado na sexta-feira (5). O TCU entende que uma investigação teria como motivação intimidar o jornalista, através de abuso de poder e perseguição.

Anúncios