ACM Neto (DEM), prefeito de Salvador, deu R$ 715 milhões em contratos com a prefeitura para ao menos 6 empresas ligadas aos seus aliados políticos. Os valores foram repassados entre janeiro de 2013 até julho de 2019.

Os empreendimentos pertencem a um assessor da Casa Civil, assessor do prefeito, parentes de três secretários da prefeitura e um ex-deputado federal. De acordo com reportagem da Folha de S. Paulo, não houve realização de licitações, como exige a lei.

Dentre as empresas, a que mais lucrou foi a Construtora BSM, com R$ 211,8 milhões em repasses. A empresa é responsável pela construção do Complexo Viário do Imbuí, Orla de Itapuã e algumas outras obras pela cidade de Salvador e Feira de Santana.

Anúncios