A ministra dos Direitos humanos, Damares Alves, nesta segunda-feira (8), apresentou um relatório da Fundação Nacional do Índio (FUNAI), que aponta para o sucateamento de 9 aviões que deveriam atender às populações indígenas de áreas isoladas no Brasil, e uma dívida milionária em aluguel de Hangares.

Em vídeo publicado nas redes sociais, Damares diz, “É um descaso com a Funai, um retrato da vergonha que era a Funai. Vou ter que pagar [governo Federal] R$ 3 milhões em aluguel atrasado de aeronave que tá avaliada em R$ 1 milhão. Absurdo”.

“Quantos índios morreram porque não tinha uma aeronave dessas para levá-lo ao hospital?”, indaga a ministra. “Este era o ‘compromisso’ dos governos passados com a coisa pública e com a saúde indígena”.

Segundo Damares, a Secretaria da Funai “gasta milhões” em frete, “sendo que temos aeronaves paradas”. Fernando Melo, presidente da Funai, disse que o órgão irá avaliar e punir os responsáveis pelo desmando com dinheiro público.

Anúncios