O deputado Federal Alessandro Molon (PSB-RJ), líder da oposição na Câmara dos Deputados, fez uso do Twitter, nesta terça-feira (9), para se manifestar contra tópicos da reforma da previdência proposta pelo presidente Jair Bolsonaro e Paulo Guedes, da Economia. “É uma vergonha o governo dizer que está combatendo privilégios e aprovar uma isenção de R$ 83 bilhões à ruralistas, ao mesmo tempo em que retira R$ 20 bilhões de professores”.

Segundo Molon, a oposição fará obstrução e criar um destaque para retirar a isenção do setor rural. “Está claro: os trabalhadores mais sofridos e as classes médias pagarão a conta. Por isso, o Diretório Nacional do PSB decidiu fechar questão contra esta proposta de Reforma da Previdência”.

A líder nacional do PT, Gleisi Hoffmann, também se manifestou contra os mesmos temas, “essa proposta do governo Bolsonaro não ataca privilégios, atinge os mais pobres. Os ricos e ruralistas estão livres de qualquer prejuízo”.

Anúncios