O ex-deputado Federal pelo PSDB e ruralista, Xico Graziano, chamou o jornalista Paulo Henrique Amorim (PHA), que morreu hoje (10) de ataque fulminante, de “canalha” e usou a religião para justificar seu posicionamento, “me lembro das aulas de catecismo, em que o padre falava sobre o céu e o inferno”.

“Quando morre um canalha me lembro das aulas de catecismo, em que o padre falava sobre o Céu e o Inferno. Aquilo me impressionava. Fazer o bem, ser cristão, em suma, era a receita para entrar na porta iluminada. Senão, o Diabo nos esperava na escuridão. Onde baterá a alma de PHA?”, questiona.

Anúncios