Durante um culto na Câmara dos Deputados nesta quarta-feira (10), o que vai contra a laicidade do estado, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que tem o “compromisso” de indicar um ministro “terrivelmente evangélico” para o Supremo Tribunal Federal (STF).

“Muitos tentam nós deixar de lado dizendo que o estado é laico. O estado é laico, mas nós somos cristãos. Ou para plagiar a minha querida Damares [Alves, ministra]: Nós somos terrivelmente cristãos. E esse espírito deve estar presente em todos os poderes. Por isso, o meu compromisso: poderei indicar dois ministros para o Supremo Tribunal Federal [STF]. Um deles será terrivelmente evangélico”, disse.

Anúncios