O ministro da Educação, Abraham Weintraub, diz, nesta quinta-feira (11), que pretende diminuir a meta de investir ao menos 10% do PIB na área da educação pública até 2024.

Weintraub afirma que pretende fazer alterações no Plano Nacional de Educação (PNE), pois “Subir o que é gasto significa que a gente vai aumentar os impostos do Brasil em 10%”. Atualmente o Brasil investe 6% do PIB na área, valor superior aos Estados Unidos, com 5,4%.

Apesar do alto grau de investimento e dos planos para se investir mais, de acordo com o Pisa (Programme for International Student Assessment), que avalia o desempenho escolar de 70 países, o Brasil está na 63° colocação em 2018.

De acordo com o relatório do Pisa, o problema da educação brasileira não é o volume de gastos, mas a falta de aprimoramento nos processos educacionais.

Anúncios