A deputada federal, Tabata Amaral, que votou favoravelmente pela aprovação da previdência e sofre um processo disciplinar por desobedecer o posicionamento do PDT, recebeu outro convite, desta vez do PSDB. Em entrevista a Folha, o governador de São Paulo, João Doria, disse que “troquei mensagens com ela. Ela [Tabata] é o rosto, alma e coração do novo PSDB”.

Dessa forma, o PSDB se junta ao PSL, partido do presidente Jair Bolsonaro, que fizeram um convite público para que a deputada troque de sigla. Ontem (11), Alexandre Frota (PSL-SP), escreveu em rede social, “Tabata Amaral, o PSL está de braços abertos para você”.

Anúncios