O presidente Jair Bolsonaro não a acusação sobre praticar nepotismo caso indique o filho, Eduardo Bolsonaro, para a embaixada americana. “Não é nepotismo, eu jamais faria isso”, frisou, nesta sexta-feira (12).

O pronunciamento foi feito em sua tradicional Live nas redes sociais. Bolsonaro deixa claro que a indicação do deputado precisa passar pelo Senado Federal e não depende exclusivamente dele.

“Essa função, ela não é nepotismo, eu jamais faria isso. Ou vocês acham que eu mandaria o Eduardo renunciar ao mandato e voltar para ser agente da Polícia Federal? Com todo o respeito que eu tenho pela instituição”.

Anúncios