A empreitada para convencer o povo brasileiro, deputados e senadores de que Eduardo Bolsonaro é um bom indicado para a vaga na embaixada brasileira nos Estados Unidos ganhou mais uma apoiadora. Nesta terça-feira (16), em Miami, nos EUA, a ministra dos Direitos humanos, Damares Alves, afirmou que o deputado e filho do presidente Jair Bolsonaro é “uma das pessoas mais capacitadas do país” e não “existe nepotismo nessa indicação”.

De acordo com a ministra, um civil sem carreira diplomática pode ser embaixador pois “a lei prevê isso”. O anúncio da possível indicação foi feito pelo presidente na última terça-feira e foi alvo de críticas de aliados, ex-embaixadores e diplomatas de carreira.

“Eu estou tranquila com a decisão de meu presidente, seja qual for a decisão que ele tomar. Eu acredito na capacidade de discernimento e na inteligência de meu presidente [Bolsonaro]”, afirmou em entrevista à Nossa Rádio USA.

Anúncios