O deputado Federal, Alexandre Frota (PSL-SP), criticou a vontade do presidente Jair Bolsonaro em criar “filtros” sobre quais obras devem ser aprovadas pela Agência Nacional de Cinema (Ancine). Em entrevista à Folha de S. Paulo, neste sábado (20), o deputado da base de apoio ao governo afirmou que cada um tem seus gostos e isso deve ser respeitado.

Um dia após declarar que “Bolsonaro é minha maior decepção”, dessa vez, Frota afirma que limitar as obras produzidas pela Ancine “parece censura”. “’Bruna Surfistinha’ foi uma boa produção que empregou muitos profissionais. Não tenho nada contra. Mas o Jair tem a opinião dele. Eu, por exemplo, não assistiria ‘Superação: O Milagre da Fé’ e ele gostou. São gostos diferentes”.

O deputado também compartilhou a nota do Jornal Nacional em defesa da jornalista Miriam Leitão, alvo de ataques e fake news do presidente Jair Bolsonaro.

Anúncios