O embaixador do Irã, Seyed Ali Saghaeyan, foi pessoalmente no Itamaraty, nesta terça-feira (23), exigir explicações do governo brasileiro sobre os dois navios iranianos atracados no porto de Paranaguá há quase dois meses.

Os navios estão sem combustível para retornar e a Petrobras se nega a abastece-los por receio de sanções dos Estados Unidos. Devido ao aumento das tensões no estreito de Omã, a comunidade internacional impôs embargos comerciais contra o Irã.

Días Toffoli, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), deverá decidir se a estatal abastecerá ou não os navios iranianos.

Anúncios

5 comentários »