Os dois navios iranianos que estão atracados no porto de Paranaguá há cerca de dois meses começaram a ser abastecidos neste sábado (27) pela Petrobras. A estatal se negava a abastecer as embarcações pois o Irã está sob sanção comercial dos Estados Unidos e temia represálias.

Após ameaças de boicote ao comércio com o Brasil, que gerariam perdas superiores a US$ 2,5 bilhões ao setor rural, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, determinou o abastecimento dos navios.

De acordo com a Câmara de Comercio e industria Brasil – Irã, o país do Oriente Médio possui um dos 32 mercados prioritários para a economia brasileira ao redor do mundo. Há quatro dias o Irã cobrou explicações do Brasil sobre o ocorrido.

Anúncios