O presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre (DEM-AP), defende que, após a volta do recesso parlamentar em agosto, os deputados e senadores votem a Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que investiga veiculação de notícias falsas (fake news). O tema ganhou força após a prisão pela Polícia Federal dos supostos hackers que teriam invadido os smartphones de autoridades e roubado dados.

A Comissão será composta por 15 senadores e 15 deputados, os quais terão 180 dias para dar andamento às investigações. “A ação indevida dos hackers leva ainda à produção de fake news, que só servem para gerar a confusão de informações e a manipulação da opinião pública. Combater esse crime não é dever só da polícia, o legislador também deve colaborar com soluções e leis mais transparentes para o bem de todos. É isso que queremos debater na CPMI que vai investigar as notícias falsas no Congresso Nacional”, diz a nota divulgada por Alcolumbre.

Anúncios