A imagem da matéria publicada no The Washington Post acompanha um pequeno texto que diz: a democracia brasileira enfrenta “dias obscuros”

O editor-chefe do Washington Post, um dos maiores jornais da capital dos Estados Unidos, país tido como a maior democracia do mundo, repercutiu a ameaça do presidente Jair Bolsonaro sobre o jornalista Glenn Greenwald do Intercept “pegar uma cana” por publicar notícias que incomodam o governo.

A matéria que foi publicada neste domingo (28) reproduz a nota da Associação Brasileira de Jornalismo investigativo (Abraji) e acrescenta:

“Ao ameaçar um jornalista que publica informações que ele não gosta, o Presidente [Jair Bolsonaro] promove e instiga sérios ataques à liberdade de expressão. Sem jornalismo livre, as outras liberdades também morrerão”.

Anúncios