O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, deverá receber uma cópia da investigação feita pela Polícia Federal (PF) sobre os os hackers que invadiram os smartphones de quase mil políticos e servidores Públicos, incluindo o atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, citado em conversas vazadas pelo site Intercept.

A determinação foi expedida nesta sexta-feira (2) pelo juiz Ricardo Leite, da 10° Vara Federal em Brasília. O juiz que preside a investigação cumpre ordem feita ontem por Moraes, ministro relator do inquérito das fake news, que supostamente apura notícias falsas contra o STF. O prazo para o envio é de 48h. Os quatro supostos hackers continuarão presos por tempo indeterminado.

Anúncios