O reconhecimento não é demonstrado oficialmente, mas pode ser notado nas últimas ações do Supremo Tribunal Federal (STF)

Após o último vazamento da Folha de S. Paulo e Intercept, nessa quinta-feira (1), revelando que o procurador Deltan Dallagnol mandou investigar o presidente da Corte, Dias Toffoli, por supostamente participar de esquema de corrupção na Petrobras, o ministro Alexandre de Moraes mandou a Receita Federal suspender todas as investigações contra os ministros do STF.

No ano de 2016, Dallagnol mandou uma mensagem sobre a investigação a Eduardo Pelella, chefe do gabinete de Rodrigo Janot, então procurador-geral da República: “queria refletir em dados de inteligência para eventualmente alimentar Vcs. Sei que o competente é o PGR rs, mas talvez possa contribuir com Vcs com alguma informação, acessando umas fontes”(sic).

Anúncios