Diante das inúmeras matérias, publicadas pelo Intercept e parceiros, que revelam uma atuação dúbia do procurador Deltan Dallagnol na Lava Jato, o Supremo Tribunal Federal (STF) articula para o afastar da operação.

De acordo com a Folha, “a decisão, segundo a articulação em curso no tribunal, pode caber a Alexandre de Moraes, no âmbito do inquérito das fake news”.

A articulação vem após a revelação de que Dallagnol incentivou outros procuradores do Ministério Público Federal (MPF) a investigar o atual presidente da Corte, Dias Toffoli.

Anúncios