O deputado federal, Paulo Pimenta (PT-RS), compartilhou em sua conta do Twitter, nesta quinta-feira (15), a capa da matéria “Falta inteligência, sobram inocentes mortos”, publicada pela revista Extra, como forma de crítica a política de combate ao crime organizado empreendida pelo governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel.

“As mortes de inocentes no Rio de Janeiro pela polícia também são de responsabilidade do governador genocida que se elegeu na mesma onda fascista que levou um miliciano a ocupar o Palácio do Planalto”.

Nos últimos cinco dias seis pessoas foram mortas e uma criança foi internada em estado grave. O secretario de governo do estado afirmou que Witzel “lamenta profundamente todas essas mortes e todas as outras que possam acontecer. Nós estamos todos os dias trabalhando para que elas não aconteçam”. “Nós estamos combatendo narcoterroristas”.

O governador determinou que “o estado contate as famílias e dê todo o acolhimento e apoio possível às famílias vítimas de violência [policial]”. No entanto, não foi detalhado quais e como serão feitos os procedimentos de apoio.

De acordo com dados do Instituto de Segurança Pública (ISP) do Rio de Janeiro, houve recuo de 25% da taxa de homicídio – de 1.893 para 1.405 – nos primeiros quatro meses de 2019 em relação ao mesmo período de 2018.

Anúncios